{dede:global.cfg_keywords/}
课程设置
明好德语
明好日语
明好法语
意大利语
葡萄牙语
您的位置:首页 > 热点推荐 > 新闻动态 >

学生福利:欧盟申根签新计划

来源:明好教育2015-03-17 12:47:30您是第位阅读者

欧盟委员会宣布,将发行新的申根签证方案,欧盟以外国家的公民将获准在欧洲申根国家滞留最多一年时间。新的申根计划将会促进经济发展,增加就业,为旅游业以及其他的相关产业,例如交通运输,餐饮业等创造收入。

欧洲需要更加灵活的签证方案,”欧盟内政部部长,茜茜莉亚•马尔斯通女士提到,她也想看到由新的政策来的经济复苏。除此之外,茜茜莉亚女士同时还提到,在现行体制内,申签手续将会被简化,花费,时间也将会被减少。

根据欧盟工业企业总局(DHEI)去年所发布的一份报告,在去年,因为申根的手续繁琐,欧洲旅游市场失去了660万潜在游客,其客源国主要为中国,印度,俄罗斯,沙特阿拉伯,南非和乌克兰这些游客大国。

共计在申根国家内造成42亿到126亿欧元的损失,以及8万至25万人错失工作。这份分析调查 在一定程度上有助于解决因旅游原因而办理短期申根签的手续问题,最后得出结论:灵活的申根签方案大约能推动来自上述六个主要客源国的游客增长30%至50%,为旅游业及其相关产业创造130万个新的就业岗位。

欧盟副主席安东尼奥•塔佳 尼认为,新政策的调整会为旅游业带来预计的游客增长,同时他也认为旅游业是“欧洲经济增长的动力”。

布鲁塞尔政府认为,除了游客,短期申根签政策还将吸引了希望来葡办展览的艺术家们,也为他们在申根国家旅游提供了便利,希望在申根国家逗留更长时间的学生,投资者们也是受益人群。

新的签证可在原来180天的有效期内可在续签两年,只要签证持有人不在一个国家逗留超过90天。上述的政策,是根据欧盟签证法进行修改的,必须征得欧盟部长委员会以及欧盟议会的一致同意,才能在2015年年初实行。

当上述政策开始施行后,相关的改变通知会下达各个欧洲申根签国家,以及四个相关联国家,比如冰岛,列支敦士登,挪威和瑞士,同时保加利亚,克罗地亚,塞浦路斯,罗马尼亚以及英国也囊括在列。

原文

Comissão Europeia cria visto de circulação

As novas regras dos vistos para cidadãos de países terceiros vão beneficiar turismo e criação de emprego, diz Bruxelas.

A Comissão Europeia vai criar um visto de circulação que permitirá aos cidadãos de países terceiros circularem durante um ano dentro do espaço Schengen. O novo visto “irá estimular a actividade económica e a criação de emprego, nomeadamente, no sector do turismo ou em actividades conexas, como as indústrias de transporte e de restauração”, revelou a Comissão numa nota divulgada esta terça-feira.

“A Europa precisa de uma política de vistos mais inteligente”, defendeu a Comissária dos Assuntos Internos, Cecilia Malmström, que quer ver reforçada “a dimensão económica” da  política de vistos comunitária. Além da criação do visto de circulação, Bruxelas quer também reduzir as burocracias, custos e prazos inerentes ao actual sistema de atribuição de vistos.

Um estudo realizado no ano passado pela Direcção-geral de Empresas e Indústria (DGEI) da Comissão Europeia concluiu que, em 2012, a Europa perdeu 6,6 milhões de potenciais viajantes, provenientes dos seis países com mais viajantes (China, Índia, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul e Ucrânia) devido à complexidade do sistema de atribuição de vistos.

Isto implica um prejuízo anual entre 4200 a 12.600 milhões de euros e uma perda de entre 80 mil a 250 mil empregos no espaço Schengen, concluiu a análise da DGEI, destinada a aferir o impacto da introdução de vistos de curta duração no sector do turismo. A conclusão é que a criação de mecanismos mais flexíveis poderia aumentar em cerca de 30% a 60% o número de viagens à Europa dos cidadãos dos seis países referenciados, gerando despesas directas no valor de 130.000 milhões de euros num período de cinco anos.

Além deste aumento do consumo (alojamento, alimentação e bebidas, transportes, entretenimento e compras, entre outros), a flexibilização do sistema de vistos conduziria à criação de 1,3 milhões de empregos no sector do turismo e outros sectores conexos, concluiu o estudo.

A alteração à política de vistos irá “ajudar a indústria europeia do turismo a fazer face ao considerável aumento do fluxo de turistas esperado”, afirmou o vice-presidente da Comissão Europeia Antonio Tajani, que vê no sector “o motor de crescimento da Europa”.

Além dos turistas, o visto de curta duração beneficiará também os artistas que realizam espectáculos ao vivo e que viajam pelo espaço Schengen por período longos e os investigadores e estudantes que querem passar mais tempo na Europa, considera Bruxelas.

O novo visto poderá ser prorrogado por um período máximo de dois anos, desde que o requerente não permaneça mais de 90 dias num mesmo Estado Membro, por cada período de 180 dias.As propostas apresentadas esta terça-feira, de reformulação do regulamento sobre o Código de Vistos da União Europeia e criação do visto de circulação, têm agora que ser aprovadas pelo Conselho da União Europeia e pelo Parlamento Europeu, o que deverá ter lugar no início de 2015.

Quando estas entrarem em vigor, as alterações vincularão todos os Estados Membros da UE que aplicam a política comum de vistos do espaço Schengen, assim como os quatro Estados associados (Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça). Esta é uma política da qual estão excluídos Bulgária, Croácia, Irlanda, Chipre, Roménia e Reino Unido

葡萄牙语学习
学葡萄牙语,葡语考试,就到明好葡萄牙语学校:www.minghaojy.com
电话:4000-177-907 手机:13777886699
QQ:2865369718 公众微信:minghaojy
总部校区:杭州市莫干山路102号立新大厦10楼
转塘校区:转塘街道美院南路89号象山国际广场3号楼9楼
小和山校区:西湖区留和路318号-浙江科技学院校内
下沙校区:下沙学林街福雷德广场艾肯金座2125室
明好教育热线:4000-177-907 欢迎各位的来电。

4000-177-907